Sindicatos discutem com Decon estratégias contra comércio clandestino

  • 13/Mar/2019

Representantes de sindicatos da Fecomércio-GO participaram de reunião na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) sobre estratégias contra o comércio clandestino. Recepcionados pelo delegado Gylson Mariano Ferreira, eles denunciaram os prejuízos que a prática ilegal traz para os empresários e solicitaram uma ação mais contundente para coibi-la.

Segundo Silvio Carlos Yassunaga Brito, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes Frescas no Estado de Goiás (Sindiaçougue) e diretor-tesoureiro da Fecomércio, nesta primeira reunião foi pleiteado o estabelecimento de uma ação conjunta entre sindicatos, Fecomércio e a Delegacia do Consumidor para combater a circulação de produtos clandestinos.  

“É uma concorrência desleal para com quem trabalha de forma correta”, observou, citando também que, no caso de alimentos, por exemplo, esses produtos muitas vezes não passam por fiscalizações de qualidade, o que pode comprometer  a saúde dos consumidores. Ainda segundo Silvio, o delegado foi muito solícito e, além de relatar as ações que já estão sendo feitas a respeito do assunto, se dispôs a participar de reunião com a diretoria da Fecomércio, para ampliar o debate sobre o tema. “Foi um primeiro contato, e agora vamos tentar abrir uma frente de trabalho para combater essas distorções no mercado”, relatou Silvio.

Estiveram presentes também Ademildo Pereira de Godoy, presidente do Sindicato dos Proprietários de Pit-Dogs e Lanches (Sindpit-dog), que também é vice-presidente da Fecomércio, e Zenildo Dias do Vale, presidente do Sindicato das Empresas Revendedoras de Gás da Região Centro-Oeste (Sinergás).
 

COMENTÁRIOS

  • Não há nenhum comentário para está notícia. Seja você o primeiro a comentar!

ADICIONAR UM COMENTÁRIO


Central de atendimento

Possui alguma dúvida? Fale com Fecomércio!

BANNER | arq_banner_aleatorios/banner_aleatorios_1534427477.jpg